DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE PORCELANATO LÍQUIDO

De uns tempos pra cá está cada vez mais se usando o porcelanato líquido em casas e apartamentos, produto esse que só era usado em pisos industriais de grandes empresas e hospitais.

Aqui mesmo no Blog do Gesseiro temos mais de 5,000 visitas diárias nos artigos relacionados a porcelanato líquido, por isso resolvemos pesquisar e escrever mais sobre o assunto.

Veja abaixo alguns dos principais tipos de porcelanato líquido:

Os pisos monolíticos tanto o epóxi como poliuretano conhecidos como porcelanato líquido são aplicados através de resinas em estado líquido, assim, podem ser nomeados também de auto-nivelantes, podendo ser mono, ou bi-componentes de bases: epóxi, poliuretano (PU), acrílica, micro-cimento entre outras.

porcelanato líquido em sp

Tipos de Pisos Monolíticos (Epoxi e Poliuretano):

Atualmente os pisos mais utilizados comercialmente são pisos a base de resinas em epoxi e poliuretano, dentre eles existem diversas formas de aplicação considerando desde o nivelamento da superfície até o acabamento final, podemos classificá-los em: Piso Espatulado (Argamassado), Piso Multilayer, Piso Autonivelante, Pintura.

tudo-sobre-porcelanato-liquido

Piso Espatulado (Argamassado).

Estes Pisos são indicados onde se requer alta resistência mecânica e a abrasão, ideal para pisos industriais, onde resiste a impactos e tráfego pesado, tais quais: empilhadeiras, máquinas, caminhões, etc. É muito utilizado para regularização de superfície degradadas. Como o próprio nome ja diz Argamassado ou Espatulado trata-se de uma argamassa feita com resinas base epoxi ou poliuretano + quartzo, devendo ser misturada através de máquinas misturadoras, ou Hélices Especiais acopladas em furadeiras.

Piso Multilayer:

Este tipo de piso é muito utilizado para correção do substrato, permitindo corrigir deficiências existentes no piso, sua espessura e resistência se dão a quantidade de camadas feitas, como o nome já se diz multilayer “multiplas camadas”, onde é definido por uma camada de resina epoxi ou poliuretano, e outra camada de quartzo aspergido sobre a resina ainda líquida, assim sucessivamente obedecendo o tempo de secagem da resina entre uma camada e outra, este tipo de processo é muito simples mais demanda maior tempo na aplicação.

Piso Autonivelantes:

Por apresentar melhor acabamento estético os Pisos Autonivelantes são extremamente utilizados, em quadras esportivas, hospitais, laboratórios, pisos industrias, cozinhas, abatedouros, garagens entre outros, pisos autonivelantes são pisos em resina epoxi ou poliuretano com espessuras entre 1 e 5 mm.

A Resina pura (sem quartzo) é aplicada com rodos ou espatulas dentadas em estado líquido sobre a superfície do piso se nivelando devido a ação da gravidade sobre o piso existente, e pode ser aplicada sobre os pisos espatulados e multilayer para se obter o acabamento liso e primoroso.

Quer aprender mais sobre porcelanato líquido? Então CLIQUE AQUI e baixe a apostila gratuitamente.

Pintura:

Pinturas, são utilizadas em pisos monolíticos com baixas espessuras, por apresentarem custo elevado, geralmente são utilizados outros sistemas citados anteriormente para nivelamento e preparação da superfície utilizando a pintura somente para manter o aspecto brilhante e duradouro do piso, pois algumas resinas podem sofrer ação ultravioleta (UV) alterando sua cor e brilho com o passar do tempo.

As pinturas, podem ser utilizadas também em pisos artísticos, demarcação de corredores, sinalização, pisos decorativos, etc. Verifique sempre com o fornecedor se a resina é resistente a intempéries.

Fonte: Dupol

Veja como fazer porcelanato líquido, assista os vídeos: (clique aqui)

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE PORCELANATO LÍQUIDO
3.2 (64%) 10 votes
ARTIGOS RECOMENDADOS:

Pela Web:

225 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *